• patrocínio
  • realização

  • produção
Faina Moz Estúdio Madalena
Grupo 28
Rios e córregos escondidos: o Uberaba
desvendando as veias de água da cidade
Coordenação: Juliana Gatti Pereira  Monitoria: Jeferson Santos

Por baixo da cidade de São Paulo correm mais de 300 córregos, apesar de boa parte da população pensar que eles desapareceram ou sequer saber de sua existência. Mas eles estão todos ali, escondidos. Alguns percorrem a região da Vila Mariana, entre eles o Sapateiro, o Caaguaçu e o Uberaba. Este grupo seguiu os sinais deixados pela natureza, para encontrar o córrego Uberaba. O Uberaba é um dos formadores do antigo charco do Ibirapuera e que, desemboca no Rio Pinheiros. Durante a caminhada, os participantes coletaram vestígios do curso das águas, documentaram o verde, degustaram frutos e experimentaram uma descoberta fascinante de um terreno que um dia já esteve coberto pelas águas. Despertar em paulistanos a percepção ambiental adormecida pela urbanização, fotografar personagens que pertencem à memória da cidade e recuperar o vínculo afetivo com a metrópole forma algumas das missões deste grupo. A coordenadora Juliana Gatti incentivou os participantes a sensibilizar o olhar apreciativo para a natureza viva que habita nossa cidade, em especial as árvores e vegetação. Quem são as árvores da nossa cidade? Como elas estão ligadas com nossa história e com os nossos rios?

O grupo se encontrou na Estação Santa Cruz do metrô e, seguindo o afluente que nasce próximo à estação, percorreu trechos em Mirandópolis e Moema, por encostas e vales do que, há tempos, foi uma região encharcada. O grupo finalizou a caminhada no Parque do Ibirapuera, onde encontrou, no Viveiro Manequinho Lopes, outros dois grupos que, simultaneamente, seguiam os córregos do Sapateiro e Caaguaçu.

 

Juliana Gatti Pereira


Juliana Gatti Pereira é idealizadora e fundadora do empreendimento Árvores Vivas, desenvolvendo suas ações desde o final de 2006. Designer para Sustentabilidade pelo curso Educação Gaia em 2008; Técnica em Paisagismo pelo SENAC em 2009; Designer de Produto pela Faculdade de Belas Artes em 2002. Atendeu disciplina de Botânica na graduação da USP e Desenho Ambiental da pós-graduação da FAU. Autodidata na pesquisa sobre as árvores e suas conexões com a humanidade.
Mais: http://www.facebook.com/rioseruas e http://arvoresvivas.wordpress.com

 


saiba mais sobre o tema do seu grupo