#ProjetoJaguaré

banner_jaguare

A bacia hidrográfica do Rio Pinheiros não será objeto de revitalização e de recuperação de sua qualidade ambiental sem que sejam desenvolvidos novos conceitos e revistos alguns dos paradigmas institucionais, tecnológicos e de projeto que norteiam a gestão das águas e do território urbano. Este é o desafio que resolvemos enfrentar com o desenvolvimento de um projeto para o Córrego Jaguaré. Para tanto, a Águas Claras articulou uma ampla discussão que envolveu a Fundação Centro Tecnológico de Hidráulica (FCTH), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), a Sabesp e a Cetesb, e que resultou em um programa de trabalho para a revitalização da bacia hidrográfica de um dos mais importantes afluentes do Rio Pinheiros.

A proposta obteve aprovação do Fundo Estadual de Recursos Hídricos – FEHIDRO e busca definir medidas estruturais e não estruturais a serem desenvolvidas com uma rearticulação das relações entre os atores que intervêm no território e na gestão da cidade. Trata-se de esforço para permitir o reestabelecimento de funções ambientais das águas desta bacia, entregando águas de boa qualidade ao Rio Pinheiros.

Saiba mais

Divisão em frentes de trabalho facilita análise multidisciplinar
frentes
O diagnóstico da bacia está adiantado
mapa1
Monitoramento da qualidade da água quantifica as cargas poluidoras
ondas
Seminários técnicos a todo vapor
seminarios
urb2
Cenários e Produtos
galeria
Galeria

 

Barra Mantenedores 2017