Boas Práticas

  • Parque Tanner Springs- Estados Unidos

    Park tanner

    Localização: Distrito de Pearl - Portland - EUA

    Área: 0.4 hectares

    Descrição: O parque Tanner Springs foi construído em um antigo distrito industrial que vinha sendo remodelado para atender à demanda por áreas urbanas de uso misto na cidade de Portland. Seu conceito se baseou em premissas de funcionamento das áreas alagadas naturais que existiram ali antes das indústrias chegarem. Neste caso, o projeto não visionou a recomposição das áreas alagadas, mas sim de um parque urbano que incorporasse um sistema de coleta e tratamento das águas da chuva através de lagoas biótopas. O projeto foi desenvolvido através de um processo participativo, contando com workshops desenvolvidos pelos projetistas para que todos os atores locais fossem envolvidos e suas necessidades contempladas.

    Metodologia: Toda a água da chuva que cai na área do parque é direcionada para as lagoas de tratamento. Uma inovação foi feita quanto às calçadas, que pela primeira vez passaram a direcionar as águas da chuva para o interior da praça ao invés de lançá-las na sarjeta da rua. A lagoa funciona como um alagado construído, limpando a água através das espécies ali plantadas e favorecendo a sedimentação de material particulado. Após a passagem pelos alagados a água é encaminhada para uma cisterna subterrânea e depois bombeada para uma câmera onde é exposta a raios ultravioleta para a última limpeza. A partir deste momento a água é utilizada na irrigação do parque. Eventualmente, durante os períodos secos de verão, o sistema de irrigação recebe água complementar, vinda do sistema de abastecimento da cidade.

    Objetivos: • Trabalhar com um sistema de alagados construídos em uma área extremamente urbana.
    • Fazer com que todos os grupos de interesse participassem do processo de elaboração do projeto.

    Cronograma: • 2003- Workshops
    • 2003- Projeto final
    • 2005- Abertura (mesmo incompleto)
    • 2010- Final da construção

    Resultados: • A cidade promoveu tours informativos pelo parque a fim de instruir as pessoas a respeito das características e pontos frágeis daquele ecossistema com o objetivo de garantir a preservação da área.
    • Tanto o processo participativo quanto os tour informativos contribuíram para que a comunidade se sentisse dona do espaço e o mantivesse.

    Envolvidos: Cliente: Portland Parks and Recreation
    Paisagistas: Atelier Dreiseitl; GreenWorks, PC.;

    Contatos: Portland Parks and Recreation
    http://www.portlandoregon.gov/parks/

    Atelier Dreiseitl
    http://www.dreiseitl.com/index.php?id=5&lang=en

    GreenWorks, PC.;
    http://greenworkspc.com/

    Referências: http://www.museumofthecity.org/urban-wetlands-in-portlan/
    http://www.asla.org/lamag/lam06/april/feature3.html
    http://www.dreiseitl.com/index.php?id=54&lang=en

    Créditos imagem: Atelier Dreiseitl: http://www.dreiseitl.com/index.php?id=54&lang=en Localização imagem: https://maps.google.com.br/maps?ie=UTF-8&q=Tanner+Springs+Park&fb=1&gl=br&hq=ParkTanner+Springs&cid=10294036825237787877&ei=ozKvUsSnBovfkQe284CgBg&ved=0CJ4BEPwSMAs
Apoiadores