Boas Práticas

  • Parque Waitangi- Nova Zelândia

    Waitangi

    Localização: Wellington Waterfront, Nova Zelândia

    Área: 5.8 hectares

    Descrição: O córrego Waitangi corre por galerias subterrâneas e recebe as águas de chuvas poluídas por metais pesados e hidrocarbonetos vindas das áreas urbanizadas e muito pavimentadas ao longo de toda a bacia hidrográfica, a mais importante da cidade. Essa carga pesada de poluentes é despejada posteriormente na baía de Wellington, contribuindo para sua poluição. O parque Waitangi foi implantado na área de deságue do córrego na baía. A proposta se baseou nas técnicas de boas práticas de desenho e planejamento urbano compiladas pelo “Water Sensitive Urban Design” (WSUD, região metropolitana de Sidney), uma compilação de tecnologias de baixo custo e impacto ambiental para o manejo das águas. Sendo assim, o desenho do parque tira partido de soluções naturais para a limpeza do córrego Waitangi e manejo de águas de chuva para proporcionar uma paisagem multifuncional, sem perder o apelo estético para uso dos moradores da área.

    Metodologia: Primeiramente as águas do córrego são bombeadas desde os canais subterrâneos até um separador de óleo e um tanque com brita e vegetação (área das raízes) onde os sedimentos suspensos mais finos são depositados e um ambiente ideal para o desenvolvimento de bactérias necessárias para a limpeza da água é criado. Após este tanque a água passa rapidamente (1,5 segundos) por uma câmera com raio UV, mantida por energia eólica, que remove entre 95-99% das bactérias e vírus encontrados. Só então a água é bombeada para a superfície do parque, para um alagado construído linear repleto de vegetação onde será filtrada pela última vez. Após esta etapa, o excesso de água é lançado na baía de Wellington e o restante é armazenado em uma lagoa de retenção para ser usado na irrigação do parque. As águas dos passeios e ruas do parque são tratadas por 03 canaletas verdes disposta ao longo dos mesmos, sendo infiltradas lentamente no solo.

    Objetivos: • Tornar a zona portuária atrativa para as pessoas.
    • Possibilitar diversos tipos de uso do espaço.
    • Despoluir as águas do córrego Waintangi e consequentemente reduzir o despejo de poluentes na baía do Wellington.
    • Destamponamento do trecho final do córrego.

    Cronograma: • 2002 - Projeto
    • 2006 - Abertura

    Resultados: • Manutenção da boa qualidade da água através de purificação feita pela irradiação de raios UV, captação e tratamento de água de chuva, utilização de água de chuva para irrigação.
    • Limpeza da água das primeiras chuvas que chegam ao córrego.
    • Utilização de espécies vegetais encontradas localmente, contribuindo para a melhora da biodiversidade.
    • Uso de fontes de energia renovável (eólica e solar), contribuindo para a redução de emissões de gases do efeito estufa.

    Envolvidos: Cliente: Wellington Waterfront Limited
    Paisagismo/ Urbanismo: Wraight + Associates limited – Landscape Architecture and Urban Design

    Contatos: Wellington Waterfront Limited
    http://www.wellingtonwaterfront.co.nz/

    Wraight + Associates limited
    http://waal.co.nz/

    Referências: http://wellington.govt.nz/recreation/parks-and-reserves/reserves/locations/waitangi-park
    http://waal.co.nz/our-projects/waitangi-park/
    http://waal.co.nz/wp-content/uploads/2012/08/PSA4_waitangi.pdf
    http://www.wellingtonwaterfront.co.nz/development/waitangi/waitangi_park_introduction/area_one/environmentally_friendly_wetland/practical_and_pretty.htm

    Créditos imagem: Wraight + Associates limited: http://waal.co.nz/our-projects/waitangi-park/ Localização imagem: https://maps.google.com.br/maps?q=Park+Waitangi&ie=UTF-8&ei=xDKvUo72D4rukQeZzoC4Bg&ved=0CAoQ_AUoAg
Apoiadores